Google Translate Widget by Infofru

Author Site Reviewresults

Histórico

Memória do curso de Ciências Biológicas do IB

O atual Curso de Ciências Biológicas do Instituto de Biociências tem sua origem em 1934 com a criação da Universidade de São Paulo e da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL).

O curso era denominado “Ciências Naturais”. Ele foi regulamentado pelo Decreto Estadual nº 6.283 (25/janeiro/1934), que determinou que “o curso para licença cultural será seriado e de três anos, em cada uma das Secções e Subsecções, abrangendo todas as matérias da respectiva Secção e outras afins ou fundamentais distribuídas da seguinte forma: 1º ano - Física Experimental, Mineralogia (inclusive Petrografia), Biologia Geral, Botânica, Zoologia; 2º ano – Geologia, Química Biológica, Botânica, Zoologia, Fisiologia Geral; 3º ano – Biologia Geral, Fisiologia Animal, Fisiologia Vegetal e Geologia.” A primeira turma ingressou em 1935.

Em 1942 passou a denominar-se Curso de História Natural; em 1957 um ramo do curso foi separado e denominado “Geologia” e, finalmente, em 1963 assumiu a atual denominação de Curso de Ciências Biológicas. Em 1969, o Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas teve seu currículo mínimo fixado, separando-o, definitivamente, do Curso de História Natural, que foi extinto.

O curso foi inicialmente ministrado na Faculdade de Medicina e poucos anos depois transferido para o Palacete da Alameda Glete, até que em 1957 foi transferido para o Edifício Ernest Marcus, (então denominado Edifício da Zoologia), um dos primeiros do campus no bairro do Butantan. Em 1958 é inaugurado o Edifício André Dreyfus para os departamentos de botânica e Genética. Após 36 anos de funcionamento, com a reforma universitária de dezembro de 1969, a FFCL foi extinta como consequência da sua fragmentação em oito novas unidades universitárias: os Institutos de Biociências (IB), Física, Geociências, Matemática e Estatística, Psicologia e Química e as Faculdades de Educação e a de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, que iniciaram as suas atividades em janeiro de 1970. Em 1970 o curso de Ciências Biológicas do IB passou a ser ministrado também no período noturno, recebendo um total de 120 alunos por ano. Posteriormente, foram construídos os edifícios Aylthon B. Joly (“sobre-as-ondas”) e Felix K. Rawistcher (“minas”).

A grade de disciplinas do curso de Ciências Biológicas tem evoluído, desde o currículo com grade fixa dos anos 30, até o modelo atual (implantado em 2007), que contempla boa parte da diversidade de conhecimentos da Biologia, divididas em um Núcleo Básico (comum a Licenciatura e Bacharelado) e um núcleo avançado (estruturado com base em disciplinas Optativas Eletivas e Optativas Livres). O conjunto de disciplinas Optativas permite ao aluno decidir sobre sua formação e amplia as possibilidades didáticas dos docentes.

A filosofia adotada na grade de 2007 foi oferecer no núcleo básico um elenco de disciplinas obrigatórias abordando em seu conjunto o conteúdo considerado essencial para a formação de um ótimo professor do ensino médio. Já no núcleo avançado, as disciplinas optativas eletivas, obrigatoriamente oferecidas pelos departamentos, propõem-se a complementar o conteúdo básico com vistas ao bacharelado. Ainda no núcleo avançado, as disciplinas optativas livres destinam-se a avançar por tópicos bem mais especializados.

Os cursos de História Natural/Ciências Biológicas do IB têm formado gerações de profissionais com excelente inserção no mercado de trabalho nacional e grande reconhecimento internacional.